sábado, 13 de fevereiro de 2010

Pseudo modernismo


Parece que a moda por esta altura é odiar o dia dos namorados. Quem não tem namorado odeia o dia dos namorados, quem tem namorado odeia o dia dos namorados... porque sim, porque é piroso, porque é foleiro. Eu não gosto especialmente do dia dos namorados, mas uma vez que tenho namorado faço questão de comemorar, tal como comemoro o dia da mãe ou do pai. Não porque goste mais deles nesse dia, não porque os trate melhor nesse dia, mas porque efectivamente é o dia deles. Por isso, não percebo mesmo qual o problema de celebrar o dia dos namorados, de oferecer uma rosa, um jantar, uma pequena lembrança, de dar um passeio. E principalmente, não percebo o porquê desses gestos, que em todos os outros dias são românticos, passarem a ser foleiros nesse dia. Se todas nós gostamos de gestos bonitos vindos da pessoa que amamos, porque é que iríamos de deixar de gostar neste dia? Desculpem mas não faz qualquer sentido. E claro que todos sabemos que o amor deve ser celebrado não só no dia 14 de Fevereiro, mas porque não neste dia também?
É para ser do contra, para mostrar independência, para ser moderno? Então eu afirmo com muito gosto que sou uma romântica tradicional!

3 comentários:

*C*inderela disse...

Eu não gosto muito destas datas porque acho que o único objectivo é apelar ao consumo. Uma pessoa dá quando quer e não por ser uma obrigação. Eu que costumo ir jantar fora com frequência acho piada ao facto de ser sempre no dia 14 fevereiro que os restaurantes estão cheios. Gosto mais do factor surpresa :) Mas o amor é para ser celebrado todos dias, incluindo dia 14, mas cada um à sua maneira.

Bjokas ****

a do lado ! disse...

Claro, eu acredito que existem casais que só façam uma surpresa ou um convite ao companheiro neste dia... mas também há outros que fazem neste dia e também noutros dias. O que me faz confusão é que neste dia tudo passa a ser piroso!

Josefina disse...

Concordo totalmente contigo, vejo as coisas da mesma maneira!

Beijinhos*

Seguidores