terça-feira, 12 de abril de 2011


Cada vez mais se encontram blogs de roupa em segunda mão, culpa da crise? Talvez. Eu sei que o pessoal precisa de dinheiro, mas também não me esqueço que muitas pessoas nem roupa em segunda mão podem comprar... e é aqui que a coisa me incomoda. Se é verdade que de vez em quando até se encontram umas coisas actuais e em bom estado, também não deixa de ser verdade de que muitas dessas coisas que põe há venda já estiveram na moda, mas há muitos muitos anos atrás (por isso é que também, na sua maioria, não são vendidas). E eu sei que o que não serve para mim pode servir para outra pessoa, mas nesse caso porque não ser-mos solidários e dar a quem precisa? Eu não tinha coragem de pedir dinheiro por certas coisas que vejo à venda, preferia dar a alguém que quisesse e fosse dar uso. Até porque quem tem esses blogs não está a pôr essas coisas à venda por extrema necessidade, parece-me! Ou melhor, talvez seja por necessidade... de espaço, para as coisas novas. Eu tenho muita pena que muitas pessoas se lembrem apenas de ser solidárias na época do Natal, quando compram um pacote de leite para entregar no banco alimentar.


4 comentários:

*C*inderela disse...

eu todas as épocas dou uma grande reviravolta nos armários e dou a instituições ou a pessoas mais chegadas que precisam. se vendesse aquilo que dou ainda ganhava uns tostões porque as coisas são estimadas e às vezes com muito pouco uso. mas prefiro dar e saber que alguém com muita necessidade está a usufruir do que vender e pensar que ficou guardado numa gaveta.


bjokas

Miss D disse...

concordo plenamente! felizmente sempre tive um grande grupo de amigos e fazemos muito campanhas para além do Natal... e esse é um dos valores que quero incutir aos meus, solidariedade. :)

ML disse...

Como concordo com o que acabei de ler. Dou roupa e muita dessa roupa é muito mais actual, e está em muito melhor estado de que muitas que vejo por aí. São opções.

No entanto, não censuro, a procura de dinheiro, a vida não está fácil para ninguém.

Kikas ♥ disse...

já me tinha deparado com essa situação várias vezes, até penso para comigo «mas quem vai usar isto?» há certas coisas a que podemos chamar vintage, mas um vintage bonito de se usar e moderno, não um vintage foleiro a que ninguém dá importância.
eu prefiro dar a minha roupa a vende-la, a menos que seja algo que comprei muito recentemente e não tenha nada para usar, enfim.

Seguidores