domingo, 18 de setembro de 2011




Há uns anos, eu fazia esta viagem de domingo até Coimbra sozinha, contrariada, e de coração apertado. Durante a semana, contava as horas que faltavam para que sexta-feira chegasse e o pudesse ver. O fim de semana passava a voar. Um ano mais tarde, passamos a fazer esta viagem juntos, e eu passei a adorar todos os dias da semana, sem excepção. Os anos passaram e, se tudo correr bem, este é o ultimo ano desta rotina de fazer malas, apanhar o comboio, chegar a casa, desfazer malas. Não é que desgoste, mas este será o ano mais trabalhoso de toda a minha vida. Tenho um estágio, um relatório de estágio e uma tese à minha espera! A mala cor de rosinha já está ali à minha espera. Fui!


3 comentários:

mari disse...

que seja um último ano que termine em beleza ... sorte**

kishikiari disse...

bem vinda a coimbra, again

Há um amor que nunca morre disse...

O último ano é tão estranho!!
Quando tu acabas o curso sentes um misto de alegria e tristeza.
Lembro me que o meu último ano de curso foi o ano por que mais esperava e ao mesmo tempo pelo que mais temia.

A nossa vida nunca mais é a mesma! ;)

Seguidores